Você está em:

Família Acolhedora é apresentado para profissionais do Egito, África do Sul e Zimbábue

Profissionais do Egito, África do Sul e Zimbábue, estiveram em Belo Horizonte, no mês de novembro, para conhecer o Serviço Família Acolhedora – iniciativa do Vicariato Episcopal para Ação Social e Política da Arquidiocese de Belo Horizonte e da Prefeitura de Belo Horizonte, realizada pela Pastoral do Menor e pela Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social (SMAAS), que promove o acolhimento temporário de crianças e adolescentes em lares de famílias voluntárias.

O grupo visitou a casa de duas famílias participantes do serviço, que atualmente estão acolhendo crianças, e participou de uma roda de conversa sobre o tema com a equipe técnica do Serviço. Para a gerente de programas pelos direitos das crianças da ONG sul-africana Cindy Children, Susane Creuew, a oportunidade de ver de perto experiências exitosas que visam garantir os direitos infanto-juvenis agrega muito para o seu trabalho. Ela destacou ser interessante o esforço e a atuação do poder público para garantir os direitos da infância, tarefa muitas vezes delegada às ONGs em seu país.


Sobre o Serviço

 
O serviço Família Acolhedora promove o acolhimento temporário em lares de famílias voluntárias, prevendo o acompanhamento e cuidados integrais à criança e ao adolescente afastados de suas famílias de origem, até que os mesmos possam voltar para casa ou serem encaminhados para adoção. O serviço representa importante avanço no que se refere à garantia de direitos da criança e do adolescente, como preconiza o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), ao possibilitar o direito à convivência familiar, fator relevante para a formação social do indivíduo.
 
Mais informações sobre o serviço no Vicariato Episcopal para Ação Social e Política pelos telefones: (31) 3423-8618 / 3463-8083 / 3277-4511, e-mail familiaacolhedorabh@yahoo.com.br ou pessoalmente, na Rua Além Paraíba, 208 – Bairro Lagoinha.