Você está em:

Dom Walmor partilha importantes reflexões sobre a 100ª reunião do Conselho Permanente da CNBB

Terminada a 100ª reunião do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que aconteceu em Brasília (DF), de 26 a 28 de novembro, o arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da entidade, dom Walmor Oliveira de Azevedo apresentou uma importante reflexão dos debates e encaminhamentos do encontro.

Dom Walmor partilhou a preocupação dos bispos com a assessoria política e análise da conjuntura social e eclesial. “Não podemos caminhar sem conhecer a realidade, ela nos desafia. Precisamos conhecê-la para darmos respostas à luz dos valores intocáveis e inegociáveis do Evangelho”, disse.

O Arcebispo destacou os testemunhos da bonita experiência com os mais pobres, vivenciada por religiosas das muitas congregações presentes no Haiti. “Ouvimos de nossos irmãos bispos experiências missionárias importantes e, ao mesmo tempo, a experiência bonita de uma igreja viva missionária presente”, afirmou.

O presidente da CNBB destacou também a importância do trabalho com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil. “Estamos nós agora empenhados a fazer da Igreja casa da Palavra, casa do Pão, casa da Missão e casa da Caridade”, disse. E por isso, dom Walmor salientou que os bispos escolheram como temática da 58ª Assembleia Geral da CNBB, a ser realizada em abril de 2020: “Evangelizar pelo anúncio da Palavra de Deus”.

O trabalho realizado pela Comissão Especial para a Tutela de Menores recebeu especial destaque na fala de dom Walmor. “Estamos realizando esse trabalho grande de enfrentar o crime da pedofilia e como Igreja darmos a resposta que devemos”, garantiu. Outros temas como a criação do regional Leste 3 e a importância do Conselho Episcopal Latino-Americano, o Celam, foram abordados pelo arcebispo.