Você está em:

Dom Walmor celebra 60 anos da Fundação Obras Sociais Nossa Senhora da Boa Viagem

Centenas de fiéis das comunidades de fé da Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, além de parceiros, amigos e assistidos da Fundação Obras Sociais Nossa Senhora da Boa Viagem (Fonsbem), participaram da Missa em Ação de Graças pelos 60 anos da instituição nesta terça-feira, dia 30 de setembro.

O arcebispo dom Walmor presidiu a Missa, concelebrada pelos padres da Congregação Sacramentina. Dom Walmor lembrou a importância da Fundação, que com o apoio de toda a comunidade, presta serviços aos que mais precisam por meio da Casa Santa Zita, instituição de permanência para idosas; Lar Frei Leopoldo, acolhimento para meninas desligadas do convívio familiar; Obra do Berço, distribuição de enxovais para famílias carentes e Farmácia Popular. “Uma fé sem caridade, sem ajudar a quem mais precisa, não é uma fé autêntica. Uma paróquia pode ter uma bela estrutura, a participação de todos, mas se não estiver envolvida com o cuidado com os mais pobres, não vivência totalmente a fé. O trabalho da Fonsbem é sólido, 60 anos percoridos formam um grande caminho, que foi feito com a ajuda de muitos e superando todas as dificuldades”.

Dom Walmor também destacou que no dia 30 de setembro a igreja celebra o último dia do Mês da Bíblia, uma iniciativa criada pela Arquidiocese de Belo Horizonte que hoje é repercutida em todo o mundo. Outro marco desta data, segundo o Arcebispo, é o início do triênio de preparação para a celebração de 250 anos de peregrinação ao Santuário Nossa Senhora da Piedade. “Hoje iniciamos a bonita caminhada rumo aos 250 anos de peregrinação à Casa da Padroeira de Minas Gerais. Durante estes três anos, vamos celebrar, com alegria, a devoção mariana neste território tão especial que inspira o olhar do cristão”.

Ao final da celebração, padre Marcelo Carlos, reitor do Santuário Arquidiocesano de Adoração Perpétua – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, agradeceu a todos e convidou as crianças do Lar Frei Leopoldo a prestarem uma homenagem especial para dom Walmor, representando o apoio da Arquidiocese de Belo Horizonte ao trabalho da Fonsbem, para a irmã Valeriana, representando todas as irmãs Gracianas, que trabalham com muito amor nas obras da instituição e para o padre Hernaldo Farias, superior provincial dos Sacramentinos, representando toda a congregação, responsável pela criação da Fonsbem. Dona Iara, que vive na Casa Santa Zita há 10 anos, leu uma mensagem de agradecimento para todos os que colaboram com a obra.

Clique aqui e conheça todas as obras da Fundação Obras Sociais Nossa Senhora da Boa Viagem (Fonsbem) e saiba como ajudar.