Você está em:

Dom Walmor abençoa presépio do Palácio Cristo Rei, na Praça da Liberdade

O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidiu momento de oração e bênção do presépio no jardim do Palácio Cristo Rei, nesta terça-feira, dia 6. O conjunto de imagens, que retratam o nascimento do Menino Jesus, foi confeccionado pelo Grupo Giramundo e integra o acervo do Memorial da Arquidiocese de Belo Horizonte.

A ornamentação do presépio foi preparada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) e integra a decoração de Natal do Circuito Praça da Liberdade. Com as imagens, foram inseridas flores e uma ambientação preparada com papel marchê, fortemente presente nas obras do Grupo Giramundo, e cerâmica, referência ao artesanato do norte de Minas Gerais.

Durante o momento de oração, dom Walmor lembrou que o presépio cria a oportunidade para que pais e avós expliquem às crianças o significado de cada imagem, recuperando o verdadeiro sentido do Natal. “Quando se faz referência à pessoa mais importante, Jesus Cristo, firma-se o pé no alicerce que nos dá condição para construir a paz”, disse o Arcebispo. Dom Walmor sublinhou ainda que São Francisco de Assis, ao idealizar o presépio, quis mostrar “a dimensão humana de Deus, que tudo pode, mas vem ao nosso encontro, assume nossa condição humana e caminha conosco. Nunca podemos pensar que Deus está distante ou é frio. Ele é sempre presente e nossa humanidade se qualifica com as indicações bonitas que o Evangelho de Jesus nos indica”.  

O secretário de Estado da Cultura, Ângelo Osvaldo, que participou do momento de oração, recordou que a religiosidade está presente na vida do povo mineiro. Demonstrando otimismo, Ângelo Oswaldo disse que 2017 será um tempo melhor para todos. E recordou que em 2017 serão celebrados os 250 anos de peregrinação ao Santuário da Padroeira de Minas Gerais – Nossa Senhora da Piedade. 

O presépio do Palácio Cristo Rei está aberto às visitações, das 18h às 23h.