Você está em:

Dom Walmor: 36 anos de sacerdócio

O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevendo, celebra 36 anos de dedicação ao sacerdócio. Ordenado em 9 de setembro de 1977 em Juiz de Fora, dom Walmor desde criança sonhava em servir à Igreja como presbítero. Aos 12 anos iniciou sua caminhada no seminário menor  São José e no Instituto de Educação Anísio Teixeira na cidade baiana de Caetité. Veio para Minas Gerais cursar o clássico no Seminário Arquidiocesano de Juiz de Fora e, logo depois, filosofia na Faculdade Dom Bosco, em São João del-Rei. Tornou-se mestre em Ciências Bíblicas no Pontifício Instituto Bíblico de Roma, na Itália, e doutor em Teologia Bíblica na Pontifícia Universidade Gregoriana, também em Roma.  

 

Em janeiro de 1998 foi eleito bispo auxiliar da Arquidiocese de São Salvador da Bahia. Em janeiro de 2004 foi eleito arcebispo metropolitano de Belo Horizonte. Dom Walmor foi escolhido para representar o Brasil na XII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos realizada em Roma, em 2008. Foi nomeado pelo Papa Bento XVI para uma das mais importantes congregações do Vaticano: a Congregação para a Doutrina da Fé, em 2009 e novo Ordinário para fiéis do Rito Oriental residentes no Brasil e desprovidos de Ordinário do próprio rito, em 2010. Dom Walmor publicou numerosos artigos e livros, é membro da Academia Mineira de Letras, foi reitor no Seminário Arquidiocesano Santo Antônio em Juiz de Fora e professor em universidades de Minas e Rio de Janeiro. Seu lema “Para curar os corações feridos” reflete sua vida e o seu ministério.