Você está em:

Dom Vicente participa de encontro sobre defesa do meio ambiente e mineração, em Viena ( Áustria)

O bispo auxiliar de Belo Horizonte dom Vicente Ferreira, que integra a Comissão Especial para a Ecologia Integral e Mineração da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) participou, nesta semana, em Viena, capital da Áustria, de encontro promovido pela Plataforma AG Rohstoffe, formada por oito ONGs austríacas, que lutam por alternativas ao modelo extrativista predatório, caracterizado pela crescente fome de matérias-primas em todo o mundo, que resulta na extração de recursos. Um dos principais exemplos citados foi o rompimento da barragem de rejeitos de mineração em Brumadinho, que provocou a morte de 272. Dentre os aspectos levantados pelos participantes, destacam-se as condições desumanas de trabalho no processamento de matérias-primas e a crescente resistência a esse tipo de atividade extrativista por parte de pessoas e comunidades, que não aceitam as consequências ecológicas e sociais.

Dom Vicente Ferreira junto com palestrantes internacionais, fez uma análise das consequências do consumo de matéria-prima e dos impactos dos modelos de extração nos territórios.

O Bispo e o Frei Rodrigo Péret, acompanhados por representantes da organização católica austríaca DKA (Campanha de Epifania) participaram de uma reunião na Câmara de Comércio Austríaca, que representa mais de 517.000 empresas membros. As Câmaras de Comércio Austríacas são uma organizações das empresas da Áustria, comprometidos com uma política orientada para o futuro e favorável aos negócios.

As conversas giraram em torno de questões com impactos e violações de direitos humanos por parte de empresas e impactos ambientais.

Frei Rodrigo salientou que as violações dos direitos humanos e dos direitos dos povos e da natureza são inerentes às operações das empresas transnacionais. “Estamos juntamente com outras organizações da sociedade civil global, lutando por um instrumento vinculante em nível internacional que as obrigue a respeitar os direitos humanos”. Em 2014 o Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas estabeleceu um Grupo de Trabalho Intergovernamental de Composição Aberta, com o objetivo de desenvolver um instrumento internacional juridicamente vinculante para regulamentar as atividades das transnacionais e outras com relação à violação dos direitos humanos.

Foi relatado também a preocupação em relação à instalação da empresa LD Celulose, uma Joint Venture formada pela brasileira Duratex e pela austríaca Lenzig. O grupo austríaco Lenzing é líder na produção de fibras especiais de celulose. Essa nova companhia tem como objetivo operar na produção e comercialização deste produto após a construção da maior linha industrial de celulose solúvel do mundo, que será instalada em área florestal da Duratex na região do Triângulo Mineiro. A preocupação está em relação a futuros impactos. Existe a necessidade de se conhecer toda a cadeia produtiva, em todas as fases, no Brasil e para onde irá essa celulose. A Celulose solúvel vem se tornando matéria-prima para a produção de fibras utilizadas na indústria têxtil.

Dom Vicente relatou a tragédia/crime da Vale em Brumadinho e insistiu na necessidade de responsabilização criminal de empresas, que matam e destroem a natureza.

Dom Vicente se encontra com o Papa Francisco

Uma intensa agenda marca a viagem de dom Vicente à Europa, com participação em debates, encontros e entrevistas. Na Bélgica, ainda em Bruxelas, o Bispo também se reuniu com a equipe do Escritório de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento e Solidariedade (CIDSE) e encontrou-se com parlamentes do Parlamento Europeu. Na  Alemanha, participou de reunião com a Adveniat – organização de solidariedade da Igreja na Alemanha.

Dom Vicente Ferreira iniciou a viagem pela cidade de Roma, Itália no dia 27 de fevereiro. Em seu primeiro compromisso, participou de evento sobre impactos da mineração e acompanhamento dos atingidos por parte da Igreja, promovido pela União Internacional das Superioras Gerais (UISG) – Centro per la Vita Religiosa Regina Mundi . O Bispo falou sobre questões relacionadas às consequências da atividade mineradora e a ação da Igreja junto à população e ao poder público. No mesmo dia, participou  de reunião com a equipe do Escritório Geral da Comissão Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC) da Ordem dos Frades Menores – Franciscanos.

Na sexta-feira, dia 28, o Bispo e o frei Rodrigo concelebraram Missa presidida pelo Papa Francisco na Casa Santa Marta, no Vaticano, e se encontraram com o Pontífice após a celebração .

Em Genebra, suíça, O bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, fez pronunciamento, na  43ª Sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU sobre Meio Ambiente,  a respeito da situação das comunidades de Brumadinho, amparadas pela Igreja, em decorrência do rompimento da barragem de rejeitos de mineração no Córrego do Feijão, e os desafios na defesa da Ecologia Integral.

A presença de dom Vicente na europa atende a convite de organizações de defesa do meio ambiente, após coordenar importante trabalho da Arquidiocese de Belo Horizonte no amparo às vítimas do rompimento barragem de rejeitos de mineração no Córrego do Feijão, no município de Brumadinho, em janeiro de 2019.

 

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS