Você está em:

Dia Nacional da Juventude: evento reúne centenas de jovens

O Dia Nacional da Juventude (DNJ), foi celebrado por centenas de jovens da Arquidiocese de Belo Horizonte neste domingo, 3 de novembro, no ginásio do Colégio Pio XII. Este ano o encontro teve como tema “Juventude e Missão” e o lema “Jovem: levante-se, seja fermento!”. O DNJ faz parte do calendário de eventos do Vicariato Episcopal para a Ação pastoral e é promovido pelo Secretariado Arquidiocesano da Juventude. 
 
Dom João Justino de Medeiros Silva presidiu a celebração que foi concelebrada pelos Vigários Episcopais frei Luiz Antônio Pinheiro, frei Adilson Corrêa da Silva, OFM e padres da Arquidiocese. 
 
Neste domingo em que também foi celebrado o Dia de Todos os Santos, dom João Justino chamou os jovens para refletir sobre o caminho que leva à felicidades e à santidade. Disse que a felicidade que Jesus propõe está naquilo que cada um é, e não nos bens materiais que possui. E que a felicidade está na relação que se tem com Deus e o modo  como  se vive no dia a dia. ” O caminho que leva à santidade coincide com o que leva à felicidade. Sendo a felicidade uma boa relação com Deus. Neste sentido, ser santo, não é tão difícil. O caminho que nos leva a Jesus é o Evangelho, a vivência da Palavra. Então, qual caminho você quer seguir?” 
 
Sobre o tema do DNJ, dom João Justino disse que os jovens devem ser o fermento do pão da Palavra que alimenta as pessoas dos ensinamentos de Cristo. E disse: “Busquem o caminho da felicidade em cristo. Sejam santos, sejam felizes, sejam fermento de Jesus no mundo. Retornem para suas casas com este desafio. Jovem, levanta-te e seja fermento, com o coração totalmente aberto para o Evangelho de Jesus. Ouça Jesus dizendo: – Seja feliz!”  

Para um grupo de jovens da Paróquia Santo Antônio (Vila Belém/BH), os eventos de juventude são uma oportunidade de integração com outros jovens e também um estímulo para mobilizar as pessoas nas comunidades.  Breno Magalhães, que esteve na Jornada Mundial da Juventude, diz que cada evento é uma emoção diferente. “Me sinto renovado, fortalecido e quero levar a Palavra de Deus para o maior número de pessoas possível”.

 
Paula de Oliveira Mendes, Sarah Gonçalves Coelho e Kissila Rodrigues da Silva, da Paróquia Bem Aventurada Tereza de Calcutá (Betim), participaram do DNJ pela segunda vez. “Encontramos jovens com os mesmos propósitos, que é buscar Deus é levar a Palavra de Deus por onde a gente for, fazemos amizades e assim formamos uma rede”, disse Paula.
 
 
O primeiro DNJ foi realizado em 1985 – Ano Internacional da Juventude, como uma forma de congregar os jovens e despertá-los para temas importantes da sociedade, como a consciência política e religiosa. 
 
 
 
 
 
 


– Veja mais fotos aqui.