Você está em:

Dia Mundial do Pobre: dom Walmor celebra em vilas da Região Metropolitana

O arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo celebra o Dia Mundial do Pobre – 18 de novembro, próximo domingo, visitando comunidades pobres que ficam na região do bairro Jardim Vitória, na divisa de Belo Horizonte com Sabará. Dom Walmor vai vivenciar momentos de oração e partilha com moradores de cinco comunidades da região, a partir das 16h. Às 17h30, na Vila Maria, a mais pobre da Região, o Arcebispo serve um lanche aos moradores, organizado por fiéis da Paróquia Nossa Senhora das Vitórias. Logo depois, celebra Missa com os fiéis. A Arquidiocese de Belo Horizonte mantém na Vila Maria uma unidade do Projeto Providência. Com três unidades, todas em vilas e favelas, a instituição ampara aproximadamente 1700 crianças, no momento em que elas não estão na escola, oferecendo alimentação, atividades educativas, culturais e esportivas, além de apoio escolar.

Café da Manhã no Santuário Basílica da Padroeira de Minas Gerais

Na manhã do domingo, Dia Mundial do Pobre, dom Walmor serve um café da manhã para pessoas pobres no Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade – Padroeira de Minas Gerais, no alto da Serra da Piedade, em Caeté (MG). O momento de partilha será logo após a Missa das 8h, celebrada na Basílica da Piedade – Ermida da Padroeira de Minas Gerais.

Participam do café da manhã pessoas que contam com o apoio dos trabalhos pastorais da Paróquia São Francisco de Assis, de Caeté (MG).

Dia Mundial do Pobre

Instituído pelo Papa Francisco em 2017, o Dia Mundial do Pobre é celebrado no domingo que antecede a Solenidade de Cristo Rei do Universo. É, assim, uma data móvel, definida no calendário litúrgico da Igreja. Neste ano, o Dia Mundial do Pobre é 18 de novembro. O objetivo é sensibilizar as pessoas para a necessidade de se ajudar os mais pobres, não apenas na data, mas durante todo o ano. Conforme explica dom Walmor, o Dia Mundial do Pobre é oportunidade para mobilizações, em gestos e palavras, que busquem cultivar diferentes formas de solidariedade. “Um dia especial dedicado ao desenvolvimento da própria competência humana e espiritual na superação da indiferença diante da dor dos outros.”

Desde outubro, a Arquidiocese de Belo Horizonte, em parceria com a Defensoria Pública, realiza atividades dedicadas aos mais pobres, em comunidades pobres de Belo Horizonte e da Região Metropolitana. As iniciativas foram possíveis graças à intensa participação das comunidades de fé, de diferentes regiões. Em todos os lugares, foram oferecidos atendimento jurídico e psicológico, cuidados com a saúde, distribuição de alimentos e roupas.

Na Vila Ventosa, Paróquia São Domingos, as crianças também ganharam doces e foram organizados momentos lúdicos, com contação de hisórias.

Em Contagem, bairro Parque São João, os vicentinos distribuíram lanches para os pequeninos e os jovens da Crisma visitaram casas de famílias pobres, em Missão. Os trabalhos foram organizados pela Paróquia Bom Jesus do Amparo.

A Paróquia Nossa Senhora das Graças organizou, em Ibirité, uma “Rua de Lazer”, oferecendo atividades culturais, corte de cabelo, café, almoço e lanche para a população.

Também em Ibirité, a Paróquia Bom Jesus dos Palmares promoveu atividades que buscam valorizar a cultura de raiz africana, buscando vencer o preconceito contra os negros.

As Paróquias Nossa Senhora de Guadalupe, São Dimas e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e São Damião preparam, para o dia 25, um lanche comunitário dedicado a pessoas pobres de uma ocupação urbana, na região do bairro Castelo.

O Santuário Arquidiocesano São Judas Tadeu, Bairro da Graça, em Belo Horizonte, organiza almoço solidário dedicado às pessoas que vivem nas ruas, dia 15 de dezembro. No dia 16, enviará fiéis em missão para desenvolver trabalhos solidários na Pedreira Prado Lopes.

Em Vespasiano, a Paróquia São José organizou uma Semana Social, com palestras que contribuíram para a formação cidadã das pessoas excluídas. Promoveu também um mutirão para reunir alimentos a serem doados às famílias pobres, acompanhadas pelos vicentinos.

A Paróquia São Gabriel prepara o “Domingo das Famílias”, 18 de dezembro, com atividades culturais durante todo o dia. À noite, será servido um jantar comunitário para pessoas pobres da região do bairro Castanheiras, em Sabará.

Famílias pobres que vivem na região do bairro Minas Caixa foram amparadas em almoço comunitário organizado pela Paróquia São Sebastião e Santa Edwiges.

No bairro Caiçara, a Paróquia Nossa Senhora Rainha da Paz organizou momentos ecumênicos e atividades culturais dedicadas do Dia Mundial do Pobre.

A Paróquia Nossa Senhora Aparecida e São Miguel, em Ibirité, organizou mutirão em que foram preparadas marmitas, para serem distribuídas entre os pobres.

Fiéis do bairro Calafate, a partir de convocação da Paróquia São José, se uniram para ajudar os haitianos que vieram para o Brasil.

Na Praça Duque de Caxias, no Santa Teresa, a Paróquia Santa Teresa e Santa Teresinha organiza lanche para pessoas que vivem nas ruas. O momento marca o início das obras da Casa de Francisco, iniciativa que oferecerá acolhimento à população de rua para cuidados com a higiene pessoal.

A Paróquia Santo Antônio Maria Claret, no bairro Novo Progresso, em Contagem, organiza almoço comunitário para as famílias pobres, acompanhadas pelos vicentinos e pela Pastoral da Criança.

Fiéis da Paróquia Santa Clara de Assis, bairro Buritis, vão ao encontro das pessoas que vivem nas ruas e dos que sofrem com a fome, para escutá-los e oferecer-lhes solidariedade. No dia 18 de outubro, foi realizado mutirão para reunir donativos destinados aos mais pobres.

No bairro Morada Nova, em Contagem, a Paróquia São Francisco de Assis organiza confraternização com as famílias pobres acompanhadas pela Sociedade São Vicente de Paulo.

A Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Vespasiano, promoveu a entrega de cestas básicas e alimentos para famílias pobres, organizou apresentações culturais que buscam vencer o preconceito contra pessoas negras e promoveu um café comunitário.

Em Santa Luzia, bairro Baronesa, fiéis da Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus visitaram a casa de pessoas pobres, levando amparo espiritual e ajuda material, distribuindo doações reunidas em campanha de arrecadação de alimentos.

Fiéis da Paróquia São Vicente de Paulo, bairro Nova Suíça, em Belo Horizonte, buscaram fortalecer importante iniciativa já desenvolvida pelas comunidades de fé: ir ao encontro de dependentes químicos, para oferecer-lhes alimentos.

Clique aqui para ver a mensagem do Papa Francisco, dedicada ao Dia Mundial do Pobre