Você está em:

Dia de Finados: programação de Missas e mensagem de dom Walmor

Acompanhe os horários das Missas do Dia de Finados, 2 de novembro, sábado, nos principais cemitérios de Belo Horizonte e região metropolitana.

Clique aqui para ler a mensagem do arcebispo.

Horários de Missas nos Cemitérios

Belo Horizonte

– Cemitério da Consolação – Missas às 8h, 9h, 10h, 11h, 13h e 15h
Av. Aldemiro Fernandes Torres, 2000 – Bairro Jaqueline –  Informações: (31) 3277-5505
 
–  Cemitério Bosque da Esperança – Missas às 8h, 11h e 16h
Av. Aldemiro Fernandes Torres, 1500 – Bairro Jaqueline – Informações: (31) 3454-2200

–  Cemitério da Saudade – Missa às 7h, 9h, 11h, 13h, 15h e 17h
Rua Cametá, 585 – bairro Saudade –  Informações: (31) 3277-5711 e (31) 3277-5712. O bispo auxiliar dom João Justino preside a Missa das 17h

– Cemitério da Colina – Missa às 8h, 10h, 15h e 17h
Rua Santarém, s/n – bairro Nova Cintra – Informações: (31) 3292-6144

–  Cemitério da Paz – Missa às 8h, 10h, 12h, 14h, 16h e 17h30
Av. Presidente Carlos Luz, 850 – bairro Caiçara – Informações: (31) 3277-8304 e (31) 3277-7199.  O bispo auxiliar dom Joaquim Mol preside a Missa das 8h

– Cemitério do Bonfim – Missa às 8h, 10h, 14h e 16h
Rua Bonfim, 1120 – bairro Bonfim – Informações: (31)3277-6040 e (31)3277-6101

 
Contagem

– Cemitério da Glória – Missa às 8h, 10h, 15h, 18h
(As missas serão na Comunidade Santa Rita de Cássia, que fica em frente ao Cemitério)
Rua Piratininga nº 468 – bairro Bandeirante – Informações: (31)3396-1833

– Cemitério Parque Renascer – Missa às 10h, 15h
Via Manoel Jacinto Coelho Júnior, 1800 – Chácara Boa Vista – (BR 040 próximo ao Ceasa)
Informações: (31) 3394-4545 e (31) 3503-3503

Nova Lima

– Cemitério Parque – Missa às 8h, 10h e 15h
Rua José de Oliveira Júnior, sem número – Centro

– Cemitério Municipal – Missa às 7h30, 9h, 11h, 14h e 16h
Rua Padre João de Deus, sem número – bairro Rosário

– Cemitério Santa Rita – Missa às 8h

Sabará

– Cemitério Municipal Sabará – Missa às 8h, 10h e 16h

Rua Onézimo dos Santos, 38 – Centro – Informações: (31) 3672-7729
 

Vespasiano

– Cemitério Municipal Parque da Ressurreição – Missa às 7h30 e 17h
Rua São Paulo, 2400, bairro Celvia – Informações: (31) 3621-1174

 

Horários de Missas – Santuários

Belo Horizonte

– Santuário Arquidiocesano de Adoração Perpétua – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem

Rua Sergipe, 175 – Funcionários – Informações: (31) 3222-2361

Missas às 7h, 8h e 17h
18h30 – Concerto com Coro Madrigale e Orquestra Sinfônica

Caeté

– Santuário Estadual Nossa Senhora da Piedade
Serra da Piedade, sem número – Informações: (31) 3651-6335

Missa às 11h na Ermida da Padroeira

 

Mensagem do Arcebispo
Amados e Amadas de Deus, saúde e paz.

Hoje, Dia de Finados, recordando os nossos que já partiram deste mundo para a casa do Pai, reacende em nossos corações, de modo forte, a chama da saudade. O sentimento de saudade reaviva a memória do coração e nos faz dar graças a Deus por todos os que marcaram nossas vidas com seu testemunho de amor, sua doação. Também por aqueles que reconhecidamente sofreram muito e enfrentaram sacrifícios pela vida que tiveram.

De modo especial, esta lembrança nos remete ao núcleo mais profundo de nossa fé. A saudade e a lembrança nos possibilitam ver e sentir a presença de alguém que amamos, embora invisível. Surgirá sempre uma pergunta que toca o sentido de nossa vida, nossas labutas, nossos sonhos e afazeres. Afinal, depois do tempo que a cada um é dado viver, qual o destino último de nossa história pessoal como membros do Povo de Deus? Ninguém, senão Ele, Cristo Jesus, Senhor da vida e da história, pode responder. Ele responde de muitas maneiras e em diferentes passagens do Evangelho.

Compartilho agora uma resposta consoladora que Jesus nos dá, para encher o nosso coração de alegria esperançosa, dando sentido ao dia a dia de nossa vida. Orando ao Pai, a caminho de sua morte, nela não permanecendo por sua ressurreição, porta aberta e garantida para a vida plena em Deus, Ele diz: “Pai, quero que estejam comigo todos aqueles que me deste, para que contemplem a minha glória, glória que tu me deste, pois me amaste antes da criação do mundo” (Jo 17,24). Esta glória é a vida plena no seu amor e na sua presença. Uma garantia que, acolhida amorosamente no coração, nos convence de que somos chamados a assumir o compromisso de fazer o bem e nos empenharmos na fraternidade e na solidariedade. Somos de Deus e caminhamos, como os nossos que já morreram, para Deus. A morte para quem crê não é definitiva, assim assegurado por Jesus quando disse: “Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê ainda que tenha morrido viverá” (Jo 11,25). Em comunhão com o seu coração, convido para um instante de silêncio, recordando os seus amados e amadas que já partiram deste mundo.

Oremos: “Ó Deus, que fizestes o vosso Filho único vencer a morte e subir ao céu, concedei a vossos filhos e filhas superar a mortalidade desta vida e contemplar eternamente a vós, criador e redentor de todos. Derrame a vossa misericórdia sobre vossos filhos e filhas falecidos, concedendo-lhes a plenitude da alegria eterna”.

Dai-lhes Senhor, descanso eterno e a luz perpétua os ilumine.
Com apreço, pela intercessão de Nossa Senhora da Piedade, Mãe Compassiva do Redentor, Padroeira de nosso Estado de Minas Gerais, meu abraço fraterno, amizade e a certeza da oração diária deste seu primeiro servidor,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo Metropolitano

 

 Assista a mensagem de dom Walmor: