Você está em:

Damas da Caridade: Beato Eustáquio é exemplo em ações de amparo aos mais pobres


Dona Isabel com senhoras atendidas pelas Damas da Caridade do Santuário da Saúde e da Paz

 

Ajudar os que passam por dificuldades e inserir os excluídos na sociedade e na Igreja é o objetivo da ação social realizada pelas Damas da Caridade do Santuário da Saúde e da Paz.

Há 50 anos, algumas senhoras da Paróquia dos Sagrados Corações, no bairro Padre Eustáquio, se compadeceram dos mais pobres e decidiram ampará-los em suas dificuldades. Hoje, 46 senhoras participam dos trabalhos. Algumas incentivando familiares e pessoas da comunidade a fazerem doações, outras, em torno de 26 senhoras, se reúnem  quatro vezes por semana na sede da Obra, para atendimentos.  

As damas da caridade visitam 112 famílias mensalmente, acompanhando de perto a situação de cada uma delas. O projeto social oferece consulta médica, cestas básicas, ajuda para funerais, para construção, reparos de moradias e pagamento de aluguéis, além das aulas de corte e costura. Um trabalho que visa criar oportunidades para a conquista de autonomia e crescimento pessoal. “Escutamos com atenção as pessoas. A maior parte daqueles que nos procuram têm, também, grande necessidade de conversar, de se aconselhar e de ouvir uma palavra amiga. Assim, procuramos receber todos com carinho, com amor,  e ajudá-los a discernir  sobre suas próprias dúvidas e angústias”, explica a coordenadora do serviço,  dona Isabel Leite Souza.

 

O testemunho do Beato Eustáquio, segundo dona Isabel, é o que a inspira e dá forças para prosseguir neste serviço que,  embora seja gratificante, exige renúncia e perseverança. Ela conta que supera os momentos difíceis lembrando-se da preocupação de Padre Eustáquio – que chegou a conhecer-  especialamente com os mais pobres e com os doentes. 

 

Roupas de bebê feitas pelas voluntárias são doados às gestantes e mães de recém-nascidos