Você está em:

Comunicado – Igreja São Francisco de Assis

 
A Arquidiocese de Belo Horizonte e as instituições do poder público dedicadas à proteção do patrimônio histórico, cultural e artístico se reuniram no Ministério Público de Minas Gerais para assinar o termo que permite conciliar a realização dos matrimônios na Igreja São Francisco de Assis em 2017 e a restauração da Capela, em 2018. 
 
No Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), fica determinado que as cerimônias realizadas na Igreja São Francisco de Assis poderão receber, no máximo, 150 pessoas. E a partir do dia 20 de novembro de 2017, a Igreja São Francisco de Assis estará à disposição da Sudecap, para as obras de restauro. 
 
Guardiã da Igreja São Francisco de Assis, a Arquidiocese de Belo Horizonte vai monitorar o estado da Capela – especialmente do forro que reveste o teto e das obras de arte que se encontram no interior. O resultado desse acompanhamento será partilhado com os órgãos competentes, por meio de relatórios periódicos. 
 
Os noivos que, diante da informação sobre o início do restauro em 2017, fizeram a opção em celebrar o casamento em outro espaço, agora têm a possibilidade de retomar o projeto original. As datas, previamente marcadas, estão asseguradas. Importante sublinhar que somente serão celebrados os casamentos já marcados. Novos agendamentos de celebrações só poderão ser realizados mediante prévia autorização dos órgãos de proteção cultural, após a conclusão e entrega das obras de restauro da Igreja.
 
Sempre acompanhando pastoralmente os noivos e com o compromisso de respeitar a legalidade, a Arquidiocese de Belo Horizonte permanece à disposição e em diálogo com os casais para orientá-los.