Você está em:

Comunhão dos santos é tema da audiência geral do Papa Francisco

Em vésperas da festa litúrgica de Todos os Santos e da celebração de finados, o Papa Francisco dedicou a catequese da audiência geral dessa quarta-feira a comentar a oração do Credo em que professamos a nossa fé na “Comunhão dos Santos”.

Entre os peregrinos, destacava-se uma delegação de iraquianos. Eles representavam grupos religiosos que participaram, terça e quarta-feira, em Roma, de encontro promovido pelo Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso.

 

Nessa semana, o Papa Francisco também enviou mensagem ao presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, cardeal Kurt Koch, por ocasião da Assembleia Geral do Conselho Ecumênico Mundial das Igrejas (CMI), que começou em 30 de outubro e segue até 8 de novembro, na Coréia do Sul.

Na mensagem, o Santo Padre manifesta o desejo de que a Assembleia ajude a consolidar o compromisso de todos os seguidores de Cristo na intensificação da oração e colaboração a serviço do Evangelho e do bem integral da família.

 

Eis a síntese, em português, da catequese do Santo Padre:

Queridos irmãos e irmãs,

A comunhão dos santos, esta belíssima realidade da nossa fé, pode se entender em dois sentidos: comunhão nas coisas santas e comunhão entre as pessoas santas, ou seja, todos aqueles que pertencem a Cristo. Este segundo sentido nos lembra que a comunhão dos santos tem como modelo a relação de amor que existe entre Cristo e o Pai, no Espírito Santo: é o amor de Deus que nos une e purifica dos nossos egoísmos, dos nossos juízos e das nossas divisões internas e externas. Ao mesmo tempo, também experimentamos que a comunhão com os irmãos nos leva à comunhão com Deus. De fato, nos momentos de incerteza e mesmo de dúvida, precisamos do apoio que vem da fé dos nossos irmãos. Finalmente, é importante lembrar que a comunhão dos santos não acaba com a morte: todos os batizados aqui na terra, as almas do purgatório e os santos que estão no Paraíso formam uma grande família, que se mantem unida através da intercessão de uns pelos outros.
 
Não faltou também uma saudação aos peregrinos de Língua Portuguesa que participaram desta audiência:

Queridos peregrinos de Portugal, de Timor Leste e do Brasil: sede bem-vindos! Daqui alguns dias, celebraremos a solenidade de Todos-os-Santos e a comemoração dos Fiéis Defuntos. Possa a fé na comunhão dos santos vos animar a encomendar a Deus, sobretudo na Eucaristia, os vossos familiares, amigos e conhecidos falecidos, sentindo a proximidade deles na grande companhia espiritual da Igreja. Que Deus vos abençoe!

No final da audiência, o Santo Padre referiu-se expressamente à delegação iraquiana de representantes dos diferentes grupos religiosos do país, observando:

Convido-vos a rezar pela querida nação iraquiana, infelizmente atingida quotidianamente por trágicos episódios de violência, para que encontre o caminho da reconciliação, da paz, da unidade e da estabilidade.

Já no final da saudação “aos peregrinos de língua árabe, em especial aos provenientes do Iraque, o Santo Padre exortou:

Quando experimentardes inseguranças, desânimo e mesmo dúvidas no caminho da fé, procurai confiar na ajuda de Deus, mediante a oração filial, encontrando ao mesmo tempo a coragem e a humildade de vos abrirdes aos outros. Como é belo apoiarmo-nos uns aos outros no caminho da fé! Que o Senhor vos abençoe.

 

Rádio Vaticana
30-10-2013

 

30 de Outubro de 2013
MISSA DO PAPA EM SANTA MARTA – A ESPERANÇA, ESTA DESCONHECIDA

 

29 de Outubro de 2013
A ESPERANÇA CRISTÃ É AQUELA “ARDENTE EXPECTATIVA” QUE ARRISCA – O PAPA NA MISSA DESTA TERÇA-FEIRA PEDIU PARA QUE NOS LIBERTEMOS DE CÓMODOS CLERICALISMOS

 

29 de Outubro de 2013
NA MISSA MATUTINA, PAPA PEDE PARA QUE NOS LIBERTEMOS DE CÔMODOS CLERICALISMOS

 

28 de Outubro de 2013
JESUS CONTINUA A REZAR POR NÓS MOSTRANDO AO PAI AS SUAS CHAGAS – O PAPA NA MISSA DESTA SEGUNDA-FEIRA

 

28 de Outubro de 2013
UM DIA ESPECIAL