Você está em:

CNBB e entidades aprovam proposta por Reforma Política, dom Mol preside reunião

Dois documentos foram aprovados de forma unânime por 13 entidades, entre elas a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), durante reunião, na terça-feira, 28, em Brasília. A proposta de projeto de lei e o manifesto pela Reforma Política Democrática no país foram produzidos em parceira com representantes de diferentes setores da sociedade civil, que chegaram ao consenso de proposta única.
 

O presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação e da Comissão da CNBB para a Reforma Política e bispo-auxiliar de Belo Horizonte, dom Joaquim Mol, fez a mediação na reunião com as entidades. O bispo destacou que o resultado positivo desta ação em conjunto é consequência de outros trabalhos anteriores e que agora está sendo concretizado.

Após avaliação pelas entidades, os textos da proposta e do Manifesto da Sociedade Civil pela Reforma Política receberam contribuições e ajustes, chegando a uma redação final. Os documentos serão entregues ao Congresso Nacional, assinados por diferentes órgãos representativos: OAB, Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), Plataforma dos Movimentos Sociais pela reforma do sistema político, Frente Parlamentar pela Reforma Política com participação Popular, CUT, Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), CONTAG, Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC), UNE, Magistrados, Cáritas e Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP).