Você está em:

Catequese com inspiração catecumenal

Falar de inspiração catecumenal supõe fazer da catequese um processo de iniciação cristã integral, isto é, uma iniciação nas dimensões fundamentais da vida cristã, ou seja, no conhecimento do mistério de Cristo, na vida evangélica, na oração e na celebração da fé, no compromisso missionário.

A catequese, no seu sentido pleno, é a iniciação não só na doutrina, mas também na vida e nas celebrações da Igreja, bem como na sua missão no mundo.  Nesse sentido, a catequese não consiste unicamente em ensinar a doutrina, mas em iniciar a toda vida cristã.

Entre o catecumenato batismal e a catequese de inspiração catecumenal há uma diferença essencial: ter recebido ou não os sacramentos da iniciação cristã: Batismo, Crisma e Eucaristia. Mas devemos buscar, no catecumenato batismal, elementos que devem ser fonte de inspiração para a catequese pós-batismal.

O catecumenato tem seu lugar privilegiado no processo de introdução na fé daqueles que solicitam , na idade adulta, o ingresso no cristianismo. Atualmente muito se fala de catecumenato. Sabemos  que, depois de tempos de abandono, ele está sendo restaurado em nosso tempo, primeiramente em territórios de missão, sobretudo na África, e depois, em diversos países, começando pela França. Atualmente, em vários países estão desenvolvendo  novas formas de catecumenato para jovens, adultos e para crianças em idade escolar. Esta é uma ocasião privilegiada de catequese com adultos de nosso tempo.

Uma das primeiras formas é a restauração do catecumenato em seu sentido próprio para os adultos não batizados.  Outras formas de reiniciação de adultos voltadas para os adultos batizados que, tendo se afastado da fé e da Igreja, em determinado momento sentem o desejo de retornar para completar sua iniciação cristã. Assim, várias formas estão surgindo, de acordo com as diversas realidades, nos diversos países. Em alguns lugares estão criando centros de escuta da Palavra, grupos de reflexão cristã que se reúnem nas casas, catequese familiar, catequeses ocasionais, aquelas que acontecem  nos mais variados eventos: festas, funerais, eventos familiares, momentos de religiosidade popular, etc. Muitos desses momentos podem ser uma ocasião privilegiada para uma autêntica experiência de catequese, de redescoberta da fé, de escuta da Palavra de Deus.

Em relação à catequese com adultos, uma catequese mais conhecida como uma educação permanente da fé e que acontece com mais frequência em nossas paróquias, é a das celebrações litúrgicas e devocionais.

 

Nesse tempo litúrgico em que celebramos a festa de Cristo Rei e reiniciamos a caminhada na esperança contínua do Cristo que também renasce em nossos corações, vamos renovar a nossa espiritualidade no sentido cristocêntrico

Podemos citar alguns lugares onde acontece a prática catequética com os adultos com a finalidade de proporcionar o crescimento na fé:
Primeiramente, como prática catequética cristã, a Eucaristia Dominical aparece como verdadeira e autentica vivência evangelizadora. No campo da religiosidade popular encontramos momentos fortes de vivência cristã nas festas dos padroeiros, santuários, tríduos e novenas, romarias, peregrinações, etc. Estes são momentos que podem oferecer ocasião de formas interessantes e fecundas de evangelização.

Vários são os elementos do catecumenato batismal que devem ser fonte de inspiração  para a catequese pós-batismal. Deles falaremos no próximo encontro.

Nesse tempo litúrgico em que celebramos a festa de Cristo Rei e reiniciamos a caminhada na esperança contínua do Cristo que também renasce em nossos corações, vamos renovar a nossa espiritualidade no sentido cristocêntrico, de maneira que todos nós catequistas sejamos testemunhas em primeira pessoa d’Aquele a quem ouviram, viram, contemplaram e tocaram (cf. Jo 1,1) e, ao mesmo tempo, sejam os capazes de “dar razão da esperança” que é “Cristo em nossos corações”.

Que estejamos atentos ao chamado para percorrer os caminhos da espiritualidade bíblica e das grandes figuras de ontem e de hoje, que fizeram da experiência de Jesus Cristo o cento de sua vida  missão.


Neuza Silveira de Souza

Coordenadora da Comissão Bíblico-Catequética da Arquidiocese de BH