Você está em:

Caritas Paroquial Nossa Senhora de Fátima cuida de comunidade no Morro das Pedras

 

Desenvolver projetos de assistência social e de incentivo ao voluntariado é a missão da Caritas Paroquial Nossa Senhora de Fátima. Pastoral Social da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, a Caritas é uma associação sem fins lucrativos, fundada em 1964, que hoje beneficia, anualmente, 180 famílias do Aglomerado Morro das Pedras. Atua realizando serviços de convivência, encontros, oficinas, cursos e ações que promovam o desenvolvimento humano e social de adolescentes, pessoas idosas, gestantes e mulheres em situação de vulnerabilidade social.

A diretoria da Associação é composta por seis voluntários que se juntam a outras pessoas de boa vontade dispostas a ajudar a comunidade do Morro das Pedras. Eles, por exemplo, organizam um bazar todos os meses, com doações de empresas e pessoas da comunidade, que gera recursos para a manutenção de uma grande obra e apoio aos mais pobres. Atualmente, essa tem sido a única  fonte  renda, pois a parceria com uma empresa que garantia boa parte dos recursos encerrou-se no final do primeiro semestre. Além dos voluntários que trabalham no bazar,  outros atuam nos grupos de artesanato, que comercializam a produção no bazar.   Eles também trabalham nas oficinas de costura que produzem enxovais para recém-nascidos do projeto gestante cidadã.

O grande desafio, no momento, segundo a assistente social e coordenadora da obra, Camila  da Silva Xavier, é superar o momento financeiro delicado. A diretoria e os demais voluntários estão em busca de parceiros – pessoas físicas e empresas- para manter a obra.  Os interessados em colaborar, podem entrar em contato pelo telefone (31) 3291 6515.

Conheça os  programas e projetos sociais da Caritas Paroquial Nossa Senhora de Fátima:

Programa de Amparo ao Adolescente

Esse programa tem como objetivo preparar o jovem para o futuro, especialmente para o acesso ao mercado de trabalho. Os adolescentes são orientados profissionalmente e para buscar realização pessoal, aprendendo hábitos de vida mais saudáveis. Adquirem maior conhecimento de seus deveres e direitos e a forma de  acessá-los. Segundo a assistente social e coordenadora  da obra, Camila  da Silva Xavier, o trabalho tem melhorado a relação deles com a escola, a família e a comunidade.

As atividades propostas aos adolescentes envolvem oficina de saúde, esporte e lazer; oficina de formação sobre direito, deveres e visita aos espaços públicos, oficina de orientação profissional, acolhimento e acompanhamento psicossocial dos adolescentes, além de encontro com a família, com a escola e a rede de serviços públicos. Os adolescentes têm ainda à disposição aulas de teatro e monitorias de português e matemática, mantidas com recursos de  parceiros. Contudo, segundo a coordenadora das obras sociais, são necessários mais voluntários para realização do trabalho.

Camila Silva explica que o projeto é organizado em circuitos socioeducativos, com a expetativa de que no final do programa o jovem possa contribuir com a comunidade, transmitindo o que aprendeu no projeto. “Dentre os resultados alcançados, destacam-se a melhoria da qualidade de vida do jovem, a redução de envolvimento com atos ilícitos, a inserção dos jovens no mercado de trabalho, o fortalecimento da família e da comunidade e, o mais importante: o aumento das chances de eles se tornarem adultos realizados, usufruindo de melhores condições de vida”.

Todo esse projeto é desenvolvido no espaço cedido pela Associação Sagrado Coração de Jesus, no Morro das pedras.

Programa de Amparo à Pessoa Idosa

 

 

Amparar os idosos do Morro das Pedras na melhoria da qualidade de vida e no processo de envelhecimento é o objetivo do Programa de Amparo à Pessoa Idosa. O caminho é fazer com que elas passem a ter hábitos saudáveis e maior integração social. “Beneficiando-se do conhecimento de seus direitos e das formas de acessá-los, participando de atividades de lazer e cultura, eles buscam participar e contribuir com a vida da comunidade”, afirma Camila Silva. Uma das ações importantes para esse grupo foi a participar, recentemente, do Fórum do Idoso da Regional Oeste de Belo Horizonte. No evento os  idosos do Morro das Pedras encenaram uma peça teatral sobre violência no trânsito, tema que norteou os  trabalhos no primeiro semestre de 2015.

Para as idosas, a Cáritas Paroquial oferece a oficina do saber, orientada por voluntários;  alfabetização e desenvolvimento da leitura, da escrita e de conhecimentos gerais; oficina de artesanato e arte cênica; atividades físicas em parceria com o poder público, oficina de espiritualidade e cidadania,  oficina de saúde e atividades de lazer e cultura ( passeios, excursões, visitas aos espaços públicos como  praças, parques teatros e museus .

O Projeto realizado com a atuação de voluntários e parceiros é desenvolvido em parceria com a Igreja Católica do Divino Espírito, da Paróquia Sagrado Coração de Jesus,  no Morro das Pedras.

Esse trabalho é acompanhado pela assistente social Jucinéia Mendes de Souza que tem obtidos resultados animadores como a  melhoria da saúde dos participantes que, segundo ela, se mostram mais  alegres e bem dispostos; maior valorização da pessoa idosa;  mais autonomia para as tarefas diárias para a participação na vida comunitária, e fortalecimento da família e da comunidade como um todo.

   
Projeto Gestante Cidadã

O Projeto Gestante Cidadã prepara as gestantes e as famílias para protegerem e receberem seus bebês.  “O que se quer alcançar – explica Camila Silva –  é que as famílias recebam as orientações necessárias sobre os direitos e os deveres relacionados à proteção e ao cuidado com as crianças”.  As famílias, segundo a assistente social, são sensibilizadas sobre a importância das relações de afeto e cuidado durante o desenvolvimento das crianças,  orientadas a promover a saúde materna e infantil.

A futuras mães  participam de palestras com   médico, enfermeiro, advogado, dentista e psicólogo. Os especialistas informam sobre amamentação, primeiros cuidados com o bebe, fatores emocionais na  gestação, cuidados com a dentição da criança e da mãe, além de esclarecê-las sobre mitos e verdades no parto e sobre os direitos da gestante.

No encerramento do projeto elas recebem um enxoval para os bebês, feito pelos voluntários da oficina de costura.

 

Projeto Rotativo Solidário   

Esse é  um projeto  da Economia Solidária, que tem  como  objetivo estimular, apoiar e capacitar grupos de produção,   promovendo o desenvolvimento das pessoas e a possibilidade de geração de renda para as famílias. Nessa perspectiva são ministrados cursos de capacitação, oficinas e assessoria dos grupos, com apoio financeiro para a produção.

O Projeto Rotativo Solidário surgiu, em 2012,  a partir de recursos  repassados pelo  fundo nacional da solidariedade da  Caritas Brasileira.