Você está em:

Associação Projeto Providência: apadrinhe uma criança

 
Um gesto simples que pode mudar vidas: você pode apadrinhar uma criança atendida pela Associação Projeto Providência, instituição da Arquidiocese de Belo Horizonte que trabalha para construir uma vida melhor para crianças, adolescentes, jovens e também para suas famílias, envolvendo toda a comunidade. 
 
Para apadrinhar uma criança, a sugestão de valor mínimo mensal é R$30, mas esse valor é livre, podendo os interessados contribuir com quantias diferentes. A contribuição pode ser feita por meio de boleto bancário, desconto em conta da Cemig ou da Copasa ou mesmo débito em conta corrente do Banco do Brasil. Existe ainda opção de depósito direto nas contas da Associação Projeto Providência, no Banco do Brasil (Agência 3368-5, conta 13.642-5) ou no Banco Bradesco (Agência 0462-6, conta 53680-6).
 
 
 
 
 
 
 
 
Buscando incentivar a solidariedade, renovada pelo espírito natalino, a PUC Minas apoia a nova iniciativa do Projeto Providência, por meio do estímulo de professores, alunos e funcionários técnico-administrativos da Universidade, ao apadrinhamento de crianças carentes moradoras da Vila Maria (região Nordeste), Taquaril (região Leste) e Aglomerado da Serra/Unidade Fazendinha (regiões Centro-Sul e Leste), em Belo Horizonte. 
 
Entre os dias 12 e 16 de dezembro, haverá um estande na Unidade Coração Eucarístico, próximo à Central de Informações (prédio 2), das 8h às 17h, para distribuição e recolhimento de fichas de apadrinhamento para os interessados na iniciativa. Nesse período, os coordenadores e as crianças participantes do projeto irão passar pelos prédios da Universidade para expor a iniciativa, realizando apresentações de teatro e de violino, que são ensinados nas oficinas oferecidas pela associação.
 
Na Missa de preparação para o Natal, que será realizada no dia 16, às 9h, no Teatro João Paulo II (prédio 40), Coração Eucarístico, também haverá panfletagem e as crianças irão realizar uma nova apresentação de violino.
 
“Continuamos recebendo doações, mas o apadrinhamento permite um desenvolvimento psicossocial das crianças, pois elas percebem que tem alguém que se preocupa com elas. Além de ser positivo também para os padrinhos, que podem conviver com as crianças, conhecer a história de cada uma delas e aprender um pouco com elas. É uma troca muito positiva”, explica a coordenadora do Projeto Providência, Fernanda Flaviana Martins, ressaltando que a interatividade com as crianças é opcional. De acordo com ela, o Projeto Providência oferece diversas atividades extracurriculares aos beneficiários, como aulas de teatro, circo, capoeira, voleibol, futebol, dança, entre outros. “Também oferecemos cursos de qualificação como corte e costura e culinária, para adultos das comunidades atendidas pelo projeto”, conta Fernanda. Segundo a coordenadora, o Projeto Providência também oferece duas refeições diárias às crianças.
 
Outras informações: projetoprovidencia.org; (31) 3273-8902, 3403-2162 ou pelo e-mail escritorio@projetoprovidencia.com.br.