Você está em:

Assinado protocolo de intenções para a edificação da Catedral Cristo Rei

Uma solenidade na manhã do dia 30 de agosto, reunindo representantes de diversas entidades, marcou o anúncio das instituições responsáveis pela construção da Catedral Cristo Rei. A Andrade Gutierrez e a Mendes Júnior, construtoras mineiras, especializadas na execução de projetos arquitetônicos de Oscar Niemeyer, assinaram um protocolo de intenções que prevê o início dos estudos construtivos para a edificação da Catedral Cristo Rei.

O evento começou com um momento de oração, oportunidade em que os convidados fizeram  preces para que a caminhada rumo à edificação da Catedral continue avançando. Em seguida, o arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo, o diretor-técnico da Andrade Gutierrez, João Marcos de Almeida Fonseca, e o presidente da Mendes Júnior, Murilo Mendes, assinaram o protocolo de intenções.

Dom Walmor lembrou que importantes passos foram dados desde a retomada do sonho idealizado pelo primeiro arcebispo da Arquidiocese, dom Antônio dos Santos Cabral, de edificar a Catedral Cristo Rei. Dom Walmor destacou que todos esses passos só foram possíveis graças à colaboração de muitos.

O arcebispo explicou que a construção da Catedral Cristo Rei será dividida em seis fases. “A Arquidiocese está se preparando para iniciar as três primeiras etapas, ainda este ano”. Dom Walmor sublinhou que a Catedral Cristo Rei será um grande centro de evangelização da Igreja Católica e também um importante instrumento para a sociedade em função do seu sentido genuíno: lugar da cultura, da educação, da arte e do cuidado social.

Ao vislumbrar o que será a Catedral Cristo Rei para Minas Gerais, dom Walmor lembrou da  importante força que a edificação representará: “capaz de aproximar diferentes pessoas, diferentes grupos e sua grande praça irá abrigar o povo. “Lugar de encontro, igreja-mãe da Arquidiocese de Belo Horizonte”, finalizou o arcebispo.

 

Veja a reportagem da TV Horizonte: