Você está em:

[Artigo] Ser Pai: do combate à eternidade! – Dom Otacilio Ferreira de Lacerda

Ser Pai: do combate à eternidade!

“Coragem! Sou Eu. Não tenhais medo.” (Mt 14,24).

Como é bela a vocação de ser Pai,
mas não são poucas as dificuldades que enfrentam,
Como ventos contrários à nau da família.
Por isto, ressoa em meu coração a iluminadora Palavra do Senhor:
“Coragem! Sou Eu. Não tenhais medo.”

Você, Pai, que enfrenta os ventos contrários de tantos nomes,
ouça dos lábios do Senhor:
“Coragem! Sou Eu. Não tenhais medo.”

Você, Pai, que enfrenta os ventos contrários do desemprego,
da dependência química própria e/ou dos seus filhos;
os ventos contrários da violência; da insegurança seja noite, seja dia:
“Coragem! Sou Eu. Não tenhais medo.”

Você, Pai, que enfrenta os ventos contrários
do anonimato, da indiferença e do abandono;
Os ventos que abalam a estabilidade de um lar:
“Coragem! Sou Eu. Não tenhais medo.”

Você, Pai, que enfrenta os ventos contrários
que espalham contravalores que destroem o lar, espaço sagrado;
que enfrenta os ventos da cultura de morte, que ceifa vida de inocentes:
“Coragem! Sou Eu. Não tenhais medo.”

Enfim, você, Pai, que enfrenta
a aparente força dos ventos contrários de qualquer ordem,
Saiba confiar na Palavra do Senhor, e ouça de Seus lábios:
“Coragem! Sou Eu. Não tenhais medo.”

Aos Pais que já não estão entre nós, tocando e sendo tocados,
mas para sempre presentes em nossa memória e em nosso coração,
porque muito os amamos, e, no Senhor, viveram e creram,
por isso não morreram para sempre:
nosso carinho, reconhecimento e oração.

Pai, que a memória dos Pais que confiaram na Palavra do Senhor, enfrentando os ventos contrários, e por tudo que fizeram em vida, hoje na glória de Deus estão, sejam exemplos para jamais desistir do bom combate da fé, até que mereça também a glória da eternidade.

Pai, coragem! Jesus está contigo.
Feliz Dia dos Pais!

Dom Otacilio Ferreira de Lacerda
Bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte