Você está em:

Arquidiocese em Movimento: Projeto capacita líderes comunitários na região do Barreiro

A presidente da creche da Vila Cemig, Laudiane Leal, conseguiu gerenciar melhor e parcerias para a reforma do espaço

 

Gerenciar melhor e reformar a creche da Vila Cemig, na região do Barreiro, em Belo Horizonte, depois de ter conseguido parceiros para a execução das obras foi um dos resultados alcançados pela presidente da creche, Laudiane Lopes Leal, de 26 anos, após participar da capacitação gratuita de líderes comunitários promovida pelo Projeto de Extensão Inter-redes PUC Minas no Barreiro: articulações interdisciplinares na promoção da rede social na região.

O projeto conta com a participação de dez associações comunitárias e creches. Desde 2014, já capacitou 34 líderes comunitários. A atividade conta atualmente com 45 estudantes dos cursos da Universidade em Administração, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Sistemas de Informação e Tecnólogo em Gestão Financeira.

Com a arrecadação de materiais e a ajuda de voluntários, participação também de instituições parceiras, a creche da Vila Cemig ganhou novo telhado, pintura, canteiro para horta e um espaço dedicado especialmente para o público infantil: a brinquedoteca.

Um dos principais objetivos do Projeto é o desenvolvimento social da região e a capacitação de líderes comunitários, por meio de cursos de orientação profissional e assessoria técnica, oferecidos pela PUC Minas em parceria com outras instituições. Durante os cursos, os líderes aprendem fundamentos de gestão, com orientações nas áreas da contabilidade, comunicação interna, gestão financeira e estratégica e planejamento de ações.

 

Com o envolvimento da comunidade Vila Pinho, José Vergílio conseguiu serviço de terraplanagem para o campo de futebol local

Sobre a participação no projeto, José Antônio Vergílio, que é líder comunitário e técnico do time de futebol da Vila Pinho, também na região do Barreiro, diz que foi “um aprendizado fantástico”. Ele conta que desde que fez o curso de capacitação, realizado na PUC Minas no Barreiro, conseguiu envolver mais a comunidade nas atividades. “Com a união de todos, conseguimos oferecer, por exemplo, o serviço de terraplanagem para o terreno onde os meninos, jogadores do time da comunidade Vila Pinho, costumam jogar”, relata.

As melhorias no campo ocorreram após José Vergílio promover um encontro da associação comunitária Vila Ecológica com moradores da região. Com a mobilização, a população local ajudou na reforma do campo, disponibilizando ferramentas para os serviços de melhoria.

Para a coordenadora do Inter-redes, professora Carolina Costa Resende, do Curso de Administração da Unidade Barreiro, o projeto possibilita laços de confiança entre todos que dele participam e benefícios de grande importância para a sociedade.

Qualidade de vida

A promoção da qualidade de vida compõe também um dos objetivos do Projeto. Ao longo do Inter-redes, são feitas várias visitas às entidades para identificar quais são, de fato, as reais necessidades de cada uma. Se a demanda da instituição se refere a ações pontuais que possam ajudar idosos a enfrentar doenças, como a depressão, a intervenção é imediata com a realização de oficinas de teatro, histórias, jogos antigos e cuidados básicos com a saúde, promovidos por alunos dos cursos de Enfermagem, Engenharia Civil e Engenharia de Produção. Violência e criminalidade são combatidos com oficinas de ética, cidadania e direitos humanos, desenvolvidas por estudantes do Curso de Direito.  Para o reforço escolar, são realizados campeonatos de jogos matemáticos por alunos do Curso de Engenharia Civil. Após os jogos, houve um aumento de rendimento dos alunos em matemática, em aproximadamente 80%, avalia a professora Aparecida de Fátima Coelho, da creche Pingo de Gente.

Oficinas de capacitação de equipe e qualificação profissional são realizadas por alunos dos cursos de Administração, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Tecnologia em Gestão Financeira e Tecnologia em Logística. Já as oficinas de assessoria técnica jurídica, contábil e administrativa são aplicadas por alunos dos cursos de Ciências Contábeis, Direito e Sistemas de Informação.