Você está em:

Arcebispos e bispos participam da primeira reunião do Conselho Permanente da CNBB após a 57ª Assembleia Geral

De 25 a 27 de junho, é realizada a 99ª reunião do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a segunda deste ano em Brasília (DF). Participam a presidência da CNBB, os bispos que presidem as comissões episcopais pastorais, os presidentes dos regionais e os representantes de organismos eclesiais da Igreja no Brasil.

Trata-se da primeira reunião do Conselho Permanente após a 57ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, com um quadro renovado de participantes após o processo de assembleias e eleições nacionais e nos 18 regionais. O Conselho Permanente é também um espaço de construção da colegialidade entre os bispos na Igreja no Brasil.

O órgão, segundo o Estatuto e Regimento da CNBB, é responsável pela orientação e acompanhamento da entidade e dos organismos a ela vinculados. O Conselho Permanente, constituído pela presidência, presidentes das comissões episcopais e membros eleitos dos 18 conselhos episcopais regionais, também tem caráter eletivo e deliberativo.

Nesta edição da reunião, os bispos se refletem sobre o calendário de reuniões 2019 e 2020, eleições para as Comissões Episcopais (bispos que as integrarão), indicação para o tema da 58ª Assembleia Geral dos Bispos, a ser realizada em 2020, visitas Ad Limina – Organização por regional (visita dos bispos ao papa a cada 5 anos), projeto de Comunicação para a CNBB, Sínodo para a Pan-Amazônia, Novas comunidades, Campanha da Fraternidade 2020, entre outros.

Durante a reunião, os bispos analisam a realidade brasileira, refletem sobre a necessidade de mensagem sobre algum aspecto e sobre a divulgação ou não de uma nota, o que acontece sempre ao final da reunião.