Você está em:

Anunciai o menino-Deus ao Mundo

Tendo nascido menino pequeno e frágil, Jeseus vem assumir nossa condição humana para nos salvar. Caminha conosco para nos ajudar a manter viva a esperança de vivenciar o amor verdadeiro, autêntico, junto com os nossos irmãos, pois é o amor que nos humaniza e nos faz recordar sempre de que somos filhos de Deus. Isso é Natal. Celebramos o nascimento do menino-Deus na certeza de que estamos celebrando o nascimento do amor que vai habitar o coração de cada um de nós.

 

Sobre esse ensinamento de Jesus, assumindo nossa condição humana, o evangelista João nos fala: “antes era o verbo, o Deus eterno por quem tudo foi criado”. O Verbo, Luz verdadeira que ilumina todo homem, foi enviado a terra para revelar aos homens o segredo da vontade divina. Ele, que não foi gerado nem do sangue, nem de uma vontade da carne, nem de uma vontade do homem, mas de Deus. E o verbo se fez carne e habitou entre nós (Jo 1,14).
 

Jesus Cristo é a Palavra de Deus dirigida a nós
Ele nos revela quem é Deus, quem somos nós e qual é o projeto de Deus para a humanidade

O Verbo que se encarnou no seio da Virgem e quis viver entre nós. Um nascimento que se contrapõe à ordem da natureza, pois Maria o recebeu em seu seio, por força do Espírito Santo, como afirma Mateus em seu Evangelho. Esse anúncio é dado pelos anjos, os mensageiros de Deus que anunciam sua Palavra ao mundo. Os anjos anunciam o nascimento do menino-Deus. Com seu anúncio eles nos fazem participar desse nascimento acolhendo aquele que salva e ilumina nossa vida.

Assim como os anjos, nós também somos chamados a sermos anunciadores desse nascimento, o menino-Deus que tendo passado um tempo presente conosco, agora, em Espírito, permanece sempre no nosso coração. E nós o comunicamos em Palavra. Ele é a Palavra de Deus, a Palavra que se fez homem e habitou entre nós (Jo 1,14).

 E, assim como nós nos comunicamos pela Palavra, quando Deus se revela, se comunica conosco. Então, dizemos que Deus fala; e nos fala através de seu Filho. Jesus Cristo é a Palavra de Deus dirigida a nós. Ele nos revela quem é Deus, quem somos nós e qual é o projeto de Deus para a humanidade. Assim, em Jesus temos o modelo do ser humano configurado pelo plano de Deus. E nosso proposta deve ser de viver, pensar, julgar, agir como Ele: todo voltado para o Pai e todo voltado para o irmão. É por isso que a pessoa de Jesus nos fascina tanto. Porque sendo Filho de Deus, é tão humano e próximo de nós. É Ele quem nos convida para, por meio do nosso agir, mostrá-lo próximo de nós.

Neuza Silveira
Coordenadora da Comissão Arquidiocesana de Liturgia de BH