Você está em:

“Alegria só brota no coração quando se percebe aquilo que não é visível”

O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, disse, durante momento de oração no jardim do Palácio Cristo Rei, que a “alegria só brota no coração quando se percebe aquilo que não é visível”. Na manhã desta sexta-feira, 12 de dezembro, dom Walmor abençoou o presépio e a estrela de Belém que estão no jardim do Palácio Cristo Rei.

Ao refletir sobre o Evangelho de Jesus Cristo, segundo São Lucas, que narra o encontro de Maria com Isabel, o Arcebispo lembrou que elas conseguiram ver e ouvir para além do que normalmente o ser humano é capaz. Segundo explicou dom Walmor, muitas vezes, as pessoas acreditam que a felicidade se alcança com a conquista de bens materiais. No entanto, a verdadeira alegria e as mudanças tão necessárias ao mundo só poderão ser alcançadas quando a humanidade “conseguir ver o que não é evidente”. Para isso, conforme orientação do Arcebispo, é preciso “cultivar no silêncio do coração a escuta do que Deus está falando para cada um de nós”.
 

A partir desta sexta-feira, a imagem de uma estrela, que simboliza a estrela de Belém, ficará no jardim do Palácio, com um convite para que todos visitem o presépio de Natal na Tenda Cristo Rei: “… ‘vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo.’ (Mt 2,2). A Tenda Cristo Rei será inaugurada no próximo dia 14, no canteiro de obras da Catedral Cristo Rei (Av. Cristiano Machado, 11800, bairro Juliana, Vetor Norte de BH).