Você está em:

Cada momento de nossas vidas que dedicamos à leitura do Novo Testamento, estamos entrando em contato com os ensinamentos de Jesus. E assim, a cada dia, nossa compreensão evolui, pois são ensinamentos nos falam a partir de nossa realidade.

Os ensinamentos de Jesus tem seu fundamento na Palavra de Deus vivida e partilhada pelo povo de Israel do qual nasce uma história: uma tradição religiosa no mundo da história. Assim o Antigo Testamento que era o registro da tradição de Israel, também era o registro da revelação divina na aliança do Sinai, a lei de Deus e a palavra dos profetas. Desta última provém o anuncio da vinda do Reino de Deus que se realizaria com a chegada do Messias, ao mesmo tempo rei e salvador, e pelo julgamento das nações.

Com a chegada de Jesus, sua vida no meio de nós, sua paixão, morte e ressurreição, confirma para nós cristãos a vinda do messias, o ungido esperado, o filho de Deus, o enviado do céu conforme nos fala Daniel de Sua visão: “Entre as nuvens do céu vinha alguém semelhante a um filho do homem, chegou até perto do ancião, foi levado à sua presença. Foi lhe dada a soberania, a glória e a realiza. Todos os povos, nações e línguas hão de servir-lhe. Seu poder é eterno, nunca lhe será tirado, e sua realeza é tal, que jamais será destruída” (Dn 7, 14-14).

 

O Reino dos Evangelhos traz uma nova ordem, um novo mundo, um novo jeito de viver o amor de Deus. Trata-se de um Reino já presente: “O Reino de Deus está no meio de vós”(Lc17,21)

Com Jesus chegou o Reino esperado. Não um reino que o povo judeu estava esperando. Nem mesmo o seu caminho messiânico foi realizado como o povo esperava, ou seja, como um rei salvador, guerreiro, que viria para restaurar das mãos do inimigo o poder de Israel. Jesus é aquele que nos revela o mistério de Deus. Um Deus que revela para nós sua proposta de vida nova, não como fato passado, mas como realidade plenamente atual, capaz de abraçar quem a acolhe em continuidade da única história da salvação, conduzida pelo Espírito Santo.

O Reino dos Evangelhos traz uma nova ordem, um novo mundo, um novo jeito de viver o amor de Deus. Trata-se de um Reino já presente: “O Reino de Deus está no meio de vós” (Lc 17,21), ou “O Reino de Deus já chegou a vós” (L 11,20; Mt 12,28). Esse Reino de Deus, já presente, torna-se manifesto através do poder divino nas obras de Jesus.

No Evangelho de Mateus e Marcos podemos ver como aquelas comunidades faziam a experiência do Reino presente, comparando-o a um banquete nupcial (Mt 22), a um grão ou semente (Mt 13,24; 13,31; Mc 4,26-29), etc. Podemos encontrar várias comparações que contribuía para a compreensão do povo sobre o Reino anunciado por Jesus.

E hoje, ao anunciarmos o Evangelho de Jesus às nossas diversas comunidades, a que podemos compará-lo? Como ajudar as nossas crianças, jovens e adultos a perceberem a presença do Reino no meio de nós, ou seja, torna-lo visível através de nossos gestos e ações?

Um primeiro passo é olhar para as ações e gestos de Jesus. Então, vamos anunciar o Reino de Deus, ajudando às nossas comunidades? Um anúncio que interpela para o encontro pessoal com Jesus Cristo.

Neuza Silveira de Souza
Coordenadora da Comissão Arquidiocesana Bíblico-Catequética de Belo Horizonte.