Você está em:

A comunhão cresce com a participação dos cristãos nos bens espirituais

 

A Praça de São Pedro começa a ser pequena para as multidões que todas as semanas inundam de alegria as audiências gerais com o Papa Francisco.

 

Nessa quarta-feira, o Santo Padre centrou a catequese nos sacramentos, nos carismas e na caridade. Ao dar continuidade à audiência geral da semana passada, quando falou da comunhão dos santos, o Papa refletiu sobre a comunhão nas coisas santas.

 

Ele explicou que a comunhão entre os cristãos cresce mediante a participação nos bens espirituais, considerando-se, em particular, os sacramentos, os carismas e a caridade.

 

O papa Francisco interrompeu a audiência geral por alguns instantes para consolar um homem doente.  A atitude do papa de abraçar o enfermo, que aparentemente sofre de neurofibromatose, emocionou o público, que já compara a cena àquela que seria de Jesus tocando –e curando– um leproso.

A neurofibromatose é uma doença hereditária, não contagiosa, que se caracteriza pelo aparecimento de tumores benignos múltiplos na pele e em outras partes do corpo.

Na mesma audiência, o papa pediu que os 50 mil presentes fizessem um minuto de silêncio e rezassem uma Ave Maria pela saúde da menina Noemi, de 16 meses, que sofre de atrofia muscular,  uma doença gravíssima.

 

 Eis a síntese, em português, da catequese do Santo Padre:

Confira, ainda, o resumo das reflexões do Papa Francisco nas homilias das Missas celebradas  na Casa Santa Marta, situada nas dependências do Estado do Vaticano:

 

7 de Novembro de 2013
“A ALEGRIA DE DEUS NÃO É A MORTE DO PECADOR, MAS A SUA VIDA”

5 de Novembro de 2013
O CONVITE PARA A  FESTA NÃO TEM PREÇO

1 de Novembro de 2013
MISSA DO PONTÍFICE DIANTE DO TÚMULO DE JOÃO PAULO II NA BASÍLICA DE SÃO PEDRO – DOIS ÍCONES E UMA PERGUNTA

31 de Outubro de 2013
HOMILIA DO PAPA: S. PAULO, EXEMPLO DE AMOR A CRISTO