Você está em:

11 de fevereiro: Arquidiocese de Belo Horizonte celebra 94 anos

 

A Arquidiocese de Belo Horizonte completa 94 anos de história no dia 11 de fevereiro,  data em que a Igreja Católica celebra o Dia Mundial dos Enfermos e a devoção a Nossa Senhora de Lourdes.

Durante todo o dia 11, quarta-feira, momentos especiais marcarão a celebração da data. Às 8h30, o arcebispo metropolitano de Belo Horizonte ministrará a aula inaugural do Curso de Teologia da PUC Minas.

Às 15h, dom Walmor preside Missa na Basílica Nossa Senhora de Lourdes durante a Festa da Padroeira. Ainda na quarta-feira, às 20h, na Igreja São José, do Centro de Belo Horizonte, serão ordenados diáconos cinco seminaristas do Seminário Arquidiocesano Coração Eucarístico de Jesus .

Presente nas comunidades de forma a contribuir na mudança e melhoria da vida das pessoas, a Arquidiocese de Belo Horizonte desenvolve um importante trabalho, que envolve a participação da população dos 28 municípios e 277 paróquias. O trabalho de evangelização é acrescido dos investimentos no cuidado social, na educação,  na cultura e arte, sempre de modo a contribuir  para tornar a sociedade mais justa e fraterna.

A Diocese de Belo Horizonte foi criada em 11 de fevereiro de 1921 pelo Papa Bento XV. Em 1º de fevereiro de 1924, o Papa Pio XI, através da bula “Amunus nobis ab Aeterno Pastorum Príncipe”, elevou Belo Horizonte à categoria de Arquidiocese e seu bispo a arcebispo. Na época, Belo Horizonte foi a terceira província eclesiástica de Minas Gerais.

Desde a sua criação, estiveram à frente da Arquidiocese os arcebispos: dom Antônio dos Santos Cabral, dom João Resende Costa, dom Serafim Fernandes de Araújo e, atualmente, dom Walmor Oliveira de Azevedo, que assumiu a Arquidiocese no dia 26 de março de 2004. O Arcebispo conta com a importante ajuda dos bispos auxiliares dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, dom Luiz Gonzaga Fechio, dom Wilson Luís Angotti Filho e dom João Justino de Medeiros.